Assine nosso Informe

Seu e-mail*
Seu nome*
CAPTCHA Image
Código Captcha*
   Atualizar código Captcha
Aviso aos assinantes do Informe UFFDEFESA .

TRADUTOR

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

PRÓXIMOS EVENTOS

Sem Eventos

CALENDÁRIO DE EVENTOS

Janeiro 2021
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

VISITANTES

183006
HojeHoje10
OntemOntem58
Nesta SemanaNesta Semana419
Neste MêsNeste Mês1048
TotalTotal183006
Seu ip10.255.255.29
Complemento ao Informe UFFDEFESA #012

PORTAL  DA

LOGÍSTICA

DE DEFESA

INFORME

UFFDEFESA 

NÚMERO:

012A

DATA:

21/12/14

   

Este é um complemento ao Informe UFFDEFESA #012.

Durante o seminário "O Brasil no Mundo: Deveres e Responsabilidades" realizado no dia 02/12/14 e promovido em conjunto pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, pelo Instituto InfoRel e pela Fundação Konrad Adenauer, duas intervenções chamaram a atenção e uma delas causou alguma polêmica.

O presidente da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED), Alexandre Fucsile, declarou que "uma elite civil deveria controlar o Ministério da Defesa".

Essa afirmação provocou uma resposta indignada do General Maynard (Militarizar o Ministério da Defesa?) que se ateve a uma discussão sobre a questão da proeminência entre civis versus militares, no que se refere à defesa.

Essas manifestações motivaram a elaboração do artigo "Quem deve controlar o Ministério da Defesa?", disponibilizado no Portal do UFFDEFESA.

Posteriormente o presidente da ABED divulgou nota pública negando que tivesse se expresado nos termos do texto do General Maynard.

Um link para essa nota também consta do artigo acima mencionado.

 

   Direitos Reservados @ 2012 Todos os Direitos Reservados

Respeitamos sua privacidade e nunca divulgamos email de assinantes. 

Para cancelar sua assinatura, clique aqui.

Editor-Chefe: Prof. Eduardo Siqueira Brick
Copyright © 2011 Portal do UFFDEFESA. Todos os direitos reservados.